terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Simão Jatene acertou: - É "não" mesmo!


"E se é um déspota que quereis destronar, verificai primeiro se seu trono erigido dentro de vós está destruído." (Khalil Gibran)




Durante toda semana passada se falou muito sobre a posição tomada pelo governador Simão Jatene em defesa da manutenção da integridade territorial do Estado do Pará.
Traduzindo para a linguagem coloquial, Jatene se jogou de cabeça na campanha contra a divisão do Estado do Pará, cabe lembrar aos incautos que Simão Jatene foi eleito para governar o grande Pará e não o Parazinho.
Não sou tucano e sempre tomei partido, na última eleição votei em Ana Júlia para governar de novo o nosso Pará.
O que sempre espero dos governantes é a coerência.
Caso Ana Júlia fosse governadora, esperaria dela a defesa do grande Pará.
Agora me digam uma coisa, porque não exigir de Jatene essa defesa?
Li vários blogues durante a semana passada que diziam que o governador Simão Jatene deveria ficar em cima do muro.
Sinceramente? Não aceito esse discurso.
Percebi que a base de apoio de Jatene se esfarelou totalmente com a sua tomada de posição no plebiscito.
A posição de Jatene não terá sido uma virtude em vez de equívoco?
O que esperavam os críticos?
Que Jatene fosse acusado de omissão pelos paraenses?
Eu mesmo estava pronto a apontar o meu indicador para Jatene, acusando-o de traídor....
Meu entendimento: - Jatene foi correto em fazer a defesa do grande Pará.
Agora se fosse fazer uma análise a partir de Maquiavel, reprovaria Jatene.
Eis o ônus dessa campanha - todos estão expostos...
Qual a posição do PT?
Estudos demonstram que o Partido dos Trabalhadores seria o grande prejudicado com a divisão do Estado do Pará, e nenhum dos dirigentes do PT se manifesta o porquê?
Amigos, companheiros e alunos tenho a dizer que quando se faz oposição nem sempre é fácil reconhecer que o adversário político fez a coisa correta: - Jatene está correto em fazer a defesa do grande Pará.
Com relação à taxa de mineração: - Jatene errou, como errou na questão dos professores.
Jatene na questão do plebiscito ao dizer "Não": - Acertou!

4 comentários:

Jorge Parente disse...

Você está corretíssimo acertou o Jatene e errou os dirigentes do PT. Estão iguais ao Jader que mandou seus curumins se afastarem do debate, ninguém vê nem, dirigente do PT e do PMDB se apresentarem com defensores do Sim ou do Não, ficaram todos atrás da moita se fugindo do debate com medo de se comprometerem com a eleição do ano vindouro, isso é covardia, é falta de caráter é falta de compromisso com o Pará grande e unido, se dividir vai o Paulo Rocha ser candidato ao Senado pelo Tapajós e se ficar unido como a maioria quer e vai ficar vem o Pulo Rocha candidato a Deputado Federal, esse é o PT de se da bem e ficar no muro iguais aos Tucanos.

Belém Debates disse...

Jorge,
Todos se fingiram de "mortos", a história é carroça que atropela a todos que tentam impedi-la...

Diógenes Brandão disse...

A verdade das verdades é que ele tá queimado e quem tá queimado leva porrada calado ou gritando.
De um jeito ou de outro ele ia apanhar.

Pedro Nelito Jr disse...

Dióh,
Ninguém fica calado, né?!
Tem que berrar.